quarta-feira, 24 de fevereiro de 2010

Desabafo...

O verdadeiro libertário não impõe idéias, passa informações para que a pessoa possa evoluir por livre e espontânea vontade, para que ela possa realmente aprender ao invés de apenas seguir idéias prontas por medo.
O verdadeiro libertário não prega a violência se não for por autodefesa, claro que todos já agiram de cabeça quente, mas nenhum libertário defende a violência como solução de problemas.
O punk é libertário por essência, existem duas vertentes sobre seu surgimento, uma diz que surgiu como um movimento político inspirado em anarquistas, outra diz que tudo começou com o tédio e a necessidade natural e espontânea de quebrar os padrões impostos. De certa forma, as duas estão ligadas à revolta contra a opressão, estão ligadas à necessidade de se libertar, de fazer algo diferente do que estavam fazendo e mais importante que seu surgimento, é a importância que ele tem hoje.
O punk está ligado a outros movimentos libertários, pois acredita que todos têm o direito de viver da maneira que bem entender sem impor sua própria vontade sobre os outros, isso independe da visão política. As pessoas são diferentes uma das outras, cada um pensa de uma maneira, mas o importante é o respeito à liberdade de cada um.
“Faça você mesmo!” Isso diz tudo.

2 comentários:

Joanna disse...

Punk é uma forma de vida. É música, arte, idéias que estão contra a maré.
Adorei este texto. Gostaria de publicá-lo no meu blog, se possível com os devidos créditos. E deixo aqui o endereço para possível troca de links e idéias:
www.chaoticapoezine.wordpress.com

Joanna.

Agrotóxico disse...

Parabéns pelo zine e pela luta!!!

Um abraço!

Marcos